Campos dos Goytacazes
São João da Barra
São Francisco de Itabapoana
Italva
Cardoso Moreira

Campos dos Goytacazes, Terça, 12 de Dezembro de 2017

Palavra do Presidente


Antes mesmo de iniciamos nossa gestão fomos surpreendidos pela notícia da redução do repasse à esta subseccional, bem como na redução do quadro de pessoal com a despedida de valorosos funcionários, haja vista a necessidade de adequação entre receita e despesa, sendo que todos os cortes de gastos foram envidados pela administração seccional, não restando outra alternativa economicamente e administrativamente responsável.

Quando assumimos fomos surpreendidos ainda pela existência de grande passivo, o qual, com a ajuda da seccional estamos quitando.

Nesse pouco tempo contudo, conseguimos do Tribunal Estadual o reconhecimento da necessidade de lotação de Juízes na Comarca de Campos e já experimentamos alguma diferença na celeridade processual, ainda, verdade seja dita, muito longe do que esperamos poder construir.

Ao largo desse cenário econômico e social, que não difere do que está ocorrendo em nossas vidas cotidianas, passamos por profundas mudanças na legislação processual civil, que afeta direta e indiretamente todas as demais, e nesse particular agradeço a Escola Superior de Advocacia, que tem prestado significativos serviços com a realização de inúmeras palestras, disseminando cultura e saber, fornecendo aos advogados e advogadas os instrumentos necessários ao desenvolvimento de seu labor.

Agradeço porque tivemos reconhecida a necessidade de um auditório para que pudesse abrigar a todos os que tivessem interesse na participação em nossos eventos, além de ser possivelmente fonte de receita para custeio de outros eventos gratuitos, e nos coube ainda honra de vê-lo sendo dedicado à memória de tão Ilustre Advogado, reconhecido pelo vasto conhecimento jurídico, Dr. Hécio Bruno, primeiro presidente eleito desta subseccional.
Contudo, a retração econômica também nos impõe escolhas!

Encontramos uma absurda dificuldade em obtenção de patrocínio para custeio de festividades do "Advogado", tradicionalmente ocorrida no mês de agosto, tendo a crise como argumento de tantos "não", contudo, obtivemos muitas parcerias de empresas e instituições sérias e comprometidas, que muito nos alegra.

Tendo em vista a Resolução da Seccional que informa a impossibilidade de ajuda no custeio de tais atividades e principalmente o entendimento de que escolhas mais urgentes existem para ser realizadas, nos impuseram também duras, mas necessárias escolhas, enunciemos algumas:
O Advogado terá a participação GRATUITA em toda a Programação, bem como seus filhos menores de 12 (doze) anos, sendo necessária, contudo, para retirada da credencial do Almoço de Confraternização a doação de 1Kg (um quilo) de alimento: arroz ou feijão que será destinado a doação para entidades filantrópicas.

Para o acompanhante e demais filhos maiores de 12 anos, que desejarem participar do Almoço de Confraternização será cobrado o valor de R$ 20,00 (vinte reais) unitário, evento que contará com gama de atrações para crianças, bem como um menu diferenciado para elas, além de Buffet e bebidas liberadas durante o período programado para o evento.

Infelizmente não nos será possível, pela fase econômica, a realização da confraternização com os demais segmentos da sociedade como ocorria em anos anteriores e será uma festa voltada para os Advogados e Advogadas, suas famílias, e aquelas pessoas que contribuíram para realização do evento e ao longo desta gestão prestaram serviços aos advogados e advogadas.

Contudo as pessoas que quiserem ajudar com a realização do almoço, e não guardarem relação de parentesco acima referido com um advogado desta subseccional, poderão contribuir e por conseguinte, comparecer ao Almoço de confraternização, com a compra de um ingresso no valor unitário de R$ 100,00 (cem reais).

Agradeço a todos que tem se empenhado em fazer o melhor para o Advogado e Advogada, dedicando-se voluntariamente à luta pela melhoria de sua profissão, bem como espero a compreensão de que as medidas adotadas refletem o compromisso com a valorização do advogado e o respeito pela sua anuidade.