Campos dos Goytacazes
São João da Barra
São Francisco de Itabapoana
Italva
Cardoso Moreira

Campos dos Goytacazes, Quinta, 20 de Setembro de 2018

OAB Campos participa da II Conferência Nacional da Jovem Advocacia em Natal

II Conferência Nacional da Jovem Advocacia - Natal, 2018.


27/03/2018 09h08

O Presidente da Comissão de Apoio ao Advogado no Inicio de Carreira da 12ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Costa Linhares, participou no último dia 22 de março em Natal da II Conferência Nacional da Jovem Advocacia. A Conferência contou com a presença de várias delegações dos Estados brasileiros.

II Conferência Nacional da Jovem Advocacia - Natal, 2018.

Eduardo Linhares, Ramon dos Santos, Pedro Miguel Júnior, Fárima Lira, Carolina Lima e Rodrigo Braga.

Ao final das atividades da II Conferência Nacional da Jovem Advocacia, o presidente da Comissão Nacional da Advocacia Jovem, Alexandre Mantovani, fez a leitura da Carta de Natal, documento que reúne as proposições, ideias e conclusões alcançadas ao longo dos dois dias de evento.

Leia, abaixo, a íntegra da Carta:

CARTA DE NATAL

II CONFERÊNCIA NACIONAL DA JOVEM ADVOCACIA

A Jovem Advocacia reunida entre os dias 22 e 23 de março de 2018, na sua II Conferência Nacional, realizada pelo Conselho Federal da OAB, na cidade de Natal/RN, em observância ao Plano Nacional de Apoio e Valorização (Provimento n. 162/2015 do CFOAB), ratificando o caráter de importância da advocacia no início de carreira e na valorização da classe, delibera:

- O enfrentamento da cláusula de barreira, para viabilizar a maior participação da jovem advocacia nos quadros eletivos a OAB;

- A defesa das prerrogativas da advocacia em início de carreira;

- A importância das causas de natureza contramajoritárias e a necessidade de enfrentamento pela jovem advocacia visando a inclusão de gêneros e o apoio e valorização da jovem mulher advogada;

- A constante luta pela qualidade do ensino jurídico e pela capacitação continuada no país;

- O combate ao aviltamento de honorários;

- A necessidade da regulamentação da publicidade profissional em ambientes virtuais;

- A inserção da jovem advocacia, a promoção do empreendedorismo e o fomento para a criação do primeiro escritório;

- A necessidade da uniformização dos sistemas no âmbito do processo eletrônico, assegurando a qualidade do trabalho da advocacia, garantindo a agilidade no acesso à justiça e a consequente duração razoável do processo.

O compromisso assumido pela Jovem Advocacia Brasileira, na promoção do respeito à profissão e na valorização da sociedade, são frutos da união e dos esforços mútuos e contínuos de toda a classe.

A Jovem Advocacia é incansável na busca e na afirmação do espaço que é seu!

Natal, Rio Grande do Norte, 23 de março de 2018.

Fonte: Conselho Federal da OAB